Receba as atualizações por E-mail

quinta-feira, 14 de junho de 2012

6 meses

Sei que ando meio relapsa para postar aqui. Mas a correria é tanta. Tenho estudado para um concurso que será extremamente concorrido, e acabo deixando o blog de lado.

Mas resolvi vir aqui postar rapidinho sobre o meu sexto mês de operada, que completei na sexta passada.

Estou pesando ainda por volta dos 70kg. Essa semana estou "naqueles dias", então o peso tem variado de 69kg pra 71kg. Minha alimentação não passa das 150g e ainda enjoo quando bebo água (quando estou parada, porque quando estou em atividade física, não sinta nada). Meus cabelos ainda estão caindo um pouco, como eu disse em outro post, nada que vá me deixar com falhas. 

Ainda faltam alguns quilos para chegar na meta da nutricionista. Já perdi 37kg e a meta dela era perder 42,5kg. Então para a meta dela, faltam 5,5kg. Mais quero perder mais 10kg. 

Semana passada estive na consulta de retorno com o Clínico da equipe, e ele me passou alguns exames de sangue para a verificação das taxas. Fiz esse exame hoje, e quando souber o resultado volto para postar.

Bom, vou deixar uma foto de comparação.

Abraços.



segunda-feira, 14 de maio de 2012

5 meses

Bom, já tem um tempo que não passo por aqui, a correria não tem me permitido passar muito tempo "brincando" no computador, tenho estudado muito pra um concurso (que ja coloquei em mente que vou passar).

Mas voltando ao assunto da Gastroplastia, no último dia 08, completei 5 meses de operada. No inicio do mês de Abril eu já havia chegado ao IMC 25, considerado normal, e no final do mês consegui chegar aos 70kg.

O Mês de Abril, foi um mês para bater metas. IMC, peso, e no dia 28 de abril, casamento dos meus amigos mais amados e queridos, Maria Clara e Carlos Eduardo, e na minha última consulta com a psicologa antes da cirurgia, ela me pediu pra fazer uma lista de metas para depois da cirurgia, e uma delas era ficar bem em um vestido do casamento, já que seria madrinha, e com o corpo que estava antes da cirurgia, nunca me sentiria bem num vestido de festa.

Pois bem, no dia 28 de abril, estava eu, num vestido maravilhoso, e pela primeira vez eu realmente estava me sentindo linda. Foram tantos elogios, tantas declarações, misturadas a tanta emoção do casamento mais lindo que já presenciei, chorei o casamento todo, e posso dizer com certeza que a noite não foi apenas maravilhosa para os noivos. Foi concreta aquela meta batida, e todo mundo pôde presenciar como eu estava, meu estado de espírito era visível a olhos nus.

Hoje, dia 14 de maio, continuo com os meus 70kg, pela primeira vez passo por um pequeno platô, mas estou satisfeitíssima com os meus resultados, já somo 37kg totalmente eliminados em apenas 5 meses de cirurgia, faltam apenas 10kg para eu chegar na minha meta, e ainda pouco mais de um ano para continuar a perder peso.

Gostaria então de agradecer. Agradecer a Deus por ter me dado a oportunidade de passar pela cirurgia Bariátrica e obter resultados maravilhosos em tão pouco tempo. Obrigado a todos os amigos da comunidade do Instituto Fábio Viegas, no orkut, que tiraram todas as minhas dúvidas antes e depois da cirurgia. Obrigado ao Dr. Fábio e sua equipe, pelo excelente trabalho realizado. Obrigada ao meu marido, Pedro, porque sem ele, com certeza eu nunca teria tido essa oportunidade, e quero dizer que ele é um dos principais motivos por eu estar assim hoje, é por ele que tento ser uma pessoa melhor a cada dia, ele me faz a mulher mais feliz do mundo e eu quero estar sempre linda e de bem com a vida ao lado dele.






segunda-feira, 2 de abril de 2012

PEDIDO DE DOAÇÃO

OI PESSOAL,


PASSEI AQUI RAPIDINHO PARA PEDIR A AJUDA DE VOCÊS LEITORES. ALGUMAS PESSOAS JÁ CONHECIAM O MEU OUTRO BLOG, DE DOAÇÕES PARA GASTROPLASTIA.
ACABEI DESLIGANDO O BLOG, E TRANSFERINDO AQUI PRO MEU PESSOAL, ASSIM FICA MAIS FÁCIL PRA EU CUIDAR.
ENTÃO HOJE VENHO AQUI PEDIR A AJUDA DE VOCÊS PARA UMA FUTURA GASTROGATA:


Ela precisa dos remédios, suplementos, meia antitrombo, pijama e alimentos da dieta liquida, e ainda tem que pagar o clinico da equipe 400,00 e 1360,00 do anestesista. 
Eu comecei a ajudar muita gente pela internet. Pois uma grande parte das pessoas que procuram fazer essa cirurgia, precisam de ajuda. Os planos cobrem a cirurgia, mas temos gastos além. O mais caro é o anestesista.
Eu ajudo essas pessoas, mas peço sempre que depois de operados essas pessoas ajudem outras, para não quebrar essa corrente. 
Não quero doações em dinheiro.
Quem puder doar entre em contato comigo pelo formulário no fim da página.

8 DICAS PARA ACABAR COM O PENSAMENTO DE GORDO


Mude seus conceitos: não encare verduras, legumes e frutas como um sacrifício para emagrecer. Eles são fundamentais em uma alimentação saudável e precisam fazer parte da sua rotina alimentar. Sem contar que, devido à variedade de nutrientes que contêm, trazem diversos benefícios ao seu corpo , ressalta a especialista do Minha Vida. Além disso, existem tantas opções, que é impossível odiar todas. Alguma, certamente, agrada o seu paladar.

Direcione seu foco: está claro que você precisa estar atento a tudo que leva à boca, mas isso não significa que seu pensamento deve estar totalmente voltado para a comida. Quando não estiver na hora das refeições, faça alguma coisa que te distraia, como ler um livro, ouvir música, assistir a um filme , enumera Roberta. Isso evita que você pense excessivamente nos alimentos , completa. 

Previna-se das tentações: caso você ainda se sinta vulnerável diante das suas delícias preferidas, evite dar de cara com elas. Não se exponha a situações de risco , brinca a nutricionista. A solução apontada por ela é, na hora das compras, fugir das gôndolas e corredores que abrigam os alimentos tentadores, como bolachas recheadas e chocolates, por exemplo.

 Escape das armadilhas: você não precisa deixar de sair com seus amigos só porque eles sempre pedem sua sobremesa preferida. E também não precisa nem deve ficar chupando o dedo. Não hesite na hora da sobremesa, peça uma fruta , dá a alternativa Roberta. Se surgirem comentários descritivos das sobremesas saboreadas pela turma, mude de assunto. 

Mire no alvo: se você está pensando em matar uma das refeições principais para se esbaldar com um doce, afaste esta idéia para bem longe. Jamais pule uma refeição para compensar com um doce ou salgado muito calórico. O máximo que você consegue é, em vez de economizar calorias, se privar de diversos nutrientes. 

Na dúvida, fique com o trivial: diante da variedade dos cardápios de restaurantes, opte pelos pratos mais simples, que, certamente, serão os menos calóricos. Prefira um prato de arroz, feijão, carne grelhada, legumes e verduras a uma fatia de torta ou quiche com salada e molho. Não se esqueça de trocar a mousse por uma fruta, na sobremesa , aconselha a nutricionista do Minha Vida. 

Abandone o radicalismo: mude seus hábitos alimentares visando um cardápio balanceado, que favoreça sua saúde. Segundo Roberta, nenhuma restrição excessiva é saudável. Portanto, nada de pular o café-da-manhã para abusar no almoço. Planejando todas as refeições, você não chega afoito e faminto em nenhuma delas. 

Pense positivo e aja da mesma forma: esqueça a idéia de que, para emagrecer, é preciso passar fome de barriga vazia, certamente você vai sentir mais vontade de devorar qualquer prato. A partir daí, mude também as suas atitudes, programando suas refeições, que devem somar cinco a seis por dia (café da manhã, almoço, jantar e pequenos lanches intermediários). É comum as pessoas que seguem uma orientação nutricional questionarem a quantidade dos alimentos que vão ingerir, ao seguir o cardápio da dieta. Elas duvidam que irão emagrecer, comendo mais do que costumam comer , conta Roberta. Ela explica que, optando por alimentos mais saudáveis e menos calóricos, dá sim para treinar mais a mastigação, quando se está de dieta. Além disso, uma alimentação saudável permite que você consuma uma variedade maior de nutrientes . 



Fonte: 8 dicas

Pensamento de Gordo



Quem já não ouviu ou leu isso por aí? "Pensamento de gordo".
O que operamos é o nosso estomago, e muitas pessoas tem a dificuldade após a cirurgia de "pensar magro".
Agora a pouco estava bisbilhotando um grupo sobre Gastroplastia no facebook, e comecei a ver as fotos de uma moça que operou 10 anos atras, e ela está magérrima, e nem precisou fazer plásticas.
Comentei a foto dela, e disse que me sinto aliviada quando vejo alguém com mais de 5 anos de cirurgia que não voltou a engordar, e ela me respondeu que só voltam a engordar aqueles que ainda mantém pensamento de gordo.

Mas o que seria isso?

Cheguei a conclusão que o tal Pensamento de Gordo, está relacionado as escolhas que fazemos. Por exemplo. Posso escolher para um lanche uma maçã ou uma coxinha. Posso escolher para o almoço uma salada com um bife grelhado ou um arroz com bife a parmigiana. Há quem diga que a nossa vida é feita de escolhas, e eu concordo.

Após a cirurgia passamos a comer uma quantidade muito pequena, mesmo quem come hoje 350g, é muito pouco perto do que comíamos antes da cirurgia, e isso não depende de nós. Mas a qualidade da comida que ingerimos depende basicamente das trocas que fazemos. 

O que temos que colocar em mente, é que passamos por uma cirurgia de alto risco, que mudou nossa vida por completo, já que não podemos mais comer como comíamos antes (algumas pessoas acabam ficando frustradas depois de um tempo), porque não transformar por completo nossos hábitos? O passo mais difícil nós demos, agora depende de cada um como quer ver a sua vida daqui pra frente.

sábado, 31 de março de 2012

Filtro de Ouvido!

Depois de uns dias estou eu aqui de volta. O post já estava mais ou menos escrito, mas incentivada por uma leitora especial (né Dona Lenita), resolvi vir aqui e postar, mas acabei mudando um pouco o foco do post.

Estou com 113 dias de operada e aprendi muita coisa nesses quase quatro meses. Algumas pessoas podem me criticar pelo que vou dizer. Mas devemos filtrar todas as informações que recebemos. Tanto de operados, quanto de familiares, e até mesmo da própria equipe médica. 

Falo isso porque alguns operados "aprendem" algumas coisas e acabam passando a informação errada para quem ainda vai operar. Dos familiares, devemos absorver tudo que for de positivo, algumas pessoas adoram contar um caso do filho da prima do vizinho do cachorro do colega, que operou e morreu, ou que operou e voltou a engordar de novo. Ainda dos familiares, e dos amigos próximos, devemos ter uma paciência enorme após a cirurgia, pois todos eles vão fazer as mesmas perguntas milhares de vezes:
- Já emagreceu quanto?
- Você come isso? Mas não vai engordar tudo de novo?
São perguntas, que feitas incessantemente, acabam nos deixando de saco cheio.
Agora no campo da equipe médica, aqui que eu acho que levarei uns puxões de orelha. Alguns médicos, apesar de bons no que fazem, acabam pensando muito no dinheiro, e deixam de lado parte da qualidade do atendimento. 

Acho que isso aqui foi apenas um desabafo, pois essa semana, ouvi tanta gente falando sobre amigos, família, médico, operados, que falam coisas que nos magoam, e o que cada um precisa no momento de operar é uma palavra de carinho, atenção.

Agora para falar um pouco sobre o que me aconteceu nesses últimos dias. Fui no clínico, meus exames estão todos normais e agora só volto em junho. Já perdi 33kg. Postarei uma foto comparativa. Estou feliz demais.


quinta-feira, 8 de março de 2012

90 dias de operada...

Comecei a planejar o que postar a alguns dias, sobre o que escrever quando completasse três meses de cirurgia. Hoje chegou o grande dia, hoje é o meu terceiro “mesaniversário”.

O dia em que fiz a cirurgia, se tornou para mim como um renascimento. Durante tanto tempo a obesidade foi como amarras, que me deixavam muito mal, e me libertar disso, tem me feito muito bem.

Durante esses três meses passei por tanta coisa, a mudança foi além da aparência física. Falando em aparência, com três meses de cirurgia, eu perdi 30kg, eu ainda me assusto com esse número.

Vou contar sobre algumas mudanças que ocorreram comigo.

Primeiro, meu paladar mudou totalmente. Não consigo comer mais doces, sabores fortes não me agradam mais.

Segundo, água. Beber água hoje é uma tortura para mim, confesso que hoje bem menos que a uns meses atrás, mas bebo água e ela cai no estomago como uma bomba. Me causa muito enjoo. Isso só não acontece se eu estiver caminhando, dessa maneira consigo beber água sem problema algum.

Terceiro, queda de cabelo. A alguns dias, conversando com a Sabrina, minha companheira de operação, ela me disse que o cabelo dela estava caindo aos tufos, e eu dei graças a Deus porque os meus ainda continuavam na minha cabeça. Mas acho que era questão de prestar atenção. E foi eu fazer isso, que percebi que o meu cabelo também estava caindo, não tanto quanto o da Sabrina, mas estava caindo sim.

Quarto, a perda de peso. Como mencionei acima, perdi 30kg. E isso pra mim é uma marca maravilhosa. Peso hoje 77kg, e estou quase chagando no meu peso normal. IMC de 26, o primeiro da obesidade leve, quase saindo para o peso normal.

Quinto, apneia. Antes de operar, tinha muitas crises de apneia. De acordar quase morrendo sufocada. Mas incrivelmente, depois que operei não tive mais nenhuma crise.

Sexto, a sobra de pele. Graças a Deus tomei a atitude de operar ainda nova, minha pele possui uma elasticidade maravilhosa, e agora que estou liberada para malhar, tenho certeza que vai ajudar muito. Mas nem tudo são flores, a parte interna das minhas coxas estão extremamente flácidas, e com certeza, precisarei de cirurgia reparadora. Já orientada pelo meu médico, terei que fazer lipo nos culotes, e a plástica nas coxas. Na barriga não sei se precisarei, só se for questão de estética mesmo.

Mais feliz do que estou hoje, impossível. Apesar de contratempos como beber água, a queda do cabelo e a flacidez, sei que são coisas passageiras e logo estarei 100%. E quero dividir a minha alegria com vocês.

Aqui está mais uma foto minha, comparando o antes com o durante. 


sábado, 3 de março de 2012

Problemas pós cirurgia

Bem pessoal, é comum surgirem alguns problemas após a cirurgia. Entre eles, a perda de cabelo, o enfraquecimento das unhas, a flacidez, a sobra de pele, etc.
Semana que vem, farei 3 meses de operada. E hoje comecei a notar o problema da perda de cabelo. Ao tomar banho, percebi que saiu muito cabelo, muito mesmo. Mas não me preocupo, pois sei que é normal de todo processo.
O que tem acontecido comigo também é a flacidez. Somente após os 3 meses de operada, poderei fazer exercícios físicos, então perdi quase 30kg e só sobrou muita coisa mole...rs.
Os seios já estão bem murchos, infelizmente.
Todos devem ter consciência que são coisas passageiras, que se resolvem com malhação, cirurgia plástica, ou com o tempo. Então nada de ficar apavorados.
Essa semana voltei com mais detalhes sobre os 3 meses de cirurgia.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Perda de peso

Boa noite pessoal...

Hoje resolvi postar uma foto que tirei com 71 dias de operada. Hoje ao todo já foram 28kg embora... totalmente eliminados. 
Não tenho muito o que contar, tenho perdido em média 1kg por semana. Tem dia que sinto uma queimação, me parece ser no esôfago, parece chegando na garganta, então eu tomo um omeprazol e passa.
Então aqui está a foto....

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIA-LA

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Encontro

Bom dia galera,

Mais uma noite perdida, totalmente sem sono. Então resolvi contar pra vocês sobre um encontro que tive umas semanas atras.
Pra explicar desde o inicio, no orkut existe uma comunidade, sobre a Gastroplastia, mas relacionada ao Instituto Fábio Viegas (sobre o IFV). Lá conversamos, tiramos dúvidas, contamos sobre nosso pré e pós operatório, etc. Lá fiz vários amigos, pessoas que me apoiaram, tiraram minhas dúvidas... enfim. Então a umas semanas atras, quatro de nós resolvemos nos encontrar, todos gastroplastizados. Vou colocar a foto do nosso encontro e contar sobre cada um.


Vou começar pela Gastroplastizada mais antiga (e porque não dizer mais animada), Henriette. Sua alegria é contagiante. É ela que tem o contato de todos que irão operar, e ela fica em sua mesa chick (piada interna), ligando e mantendo todos da comunidade informados sobre a cirurgia das novas borboletas. Hoje pesa 60,5kg e luta com a balança pra chegar nos 62kg. Chegou na meta antes do primeiro ano. É nossa musa inspiradora.

Depois, Waldemar. Operou dia 18 de outubro de 2011. O único menino que está ali na comunidade todos os dias. É amigo de todos e sempre está disposto a ajudar. Com tão pouco tempo de cirurgia essa criatura quase bateu a meta. Impressionante não? Na última vez que contou sobre seu peso (dia 6 de feveireiro) ele estava com 80,9kg, pra meta pessoal dele faltavam apenas 900g. Ele já está magrelo... rs.

E por último, mas não menos importante, Sabrina. A Sá operou um dia depois de mim, no dia 09 de dezembro de 2011. Ela me fez muita companhia no pré operatório, eramos duas malucas, que não dormiam, totalmente ansiosas pela cirurgia. Já comprou dos shorts 44 (um sonho pra mim), e tem perdido peso no mesmo ritmo que eu, já perdeu 22,8kg, operou com 114,8kg e hoje já está maravilhosa com 92kg... sei que a cada dia ela está mais linda, e vai bater a meta rapidinho, rumo no projeto PANICAT 2013... rs.

Amo essas três criaturas. Eles alegram meu dia. E pras outras pessoas da comunidade, quero deixar aqui registrado o quanto eles são importante pra mim. E espero que possamos nos encontrar, todos nós, em breve.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Sobre a cirurgia

Olá pessoal.
Tenho recebido vários e-mails, contatos por orkut, facebook, msn, de pessoas com muitas dúvidas sobre a cirurgia bariátrica. Eu pesquisei muito antes de resolver fazer, e até hoje leio meio sobre o assunto. Então vou tentar explicar um pouco como funciona.

Pois bem, várias são as causas da obesidade, como bem explicou o meu médico, essas causas podem ser de ordem psicológica, genética, neurológica, endócrina ou até mesmo metabólica. Como muitos já sabem, a obesidade é uma doença crônica. Doença que desencadeia outros tipos de doença como hipertensão, diabetes, apneia do sono, entre outras. Ainda podem surgir problemas de ordem social, econômicos e psicológicos.

Como já tratei em outro post, a cirurgia bariátrica é indicada para pacientes com IMC (você encontra uma calculadora de IMC logo aqui ao lado) acima de 40, classificados como obesos mórbidos ou, indicada também para pacientes com o IMC entre 35 a 39, classificados como obesidade severa, mas com alguma comorbidade relacionada - esse foi o meu caso, operei com IMC de 38.

Um dado que me assustou quando assisti o curso preparatório, ministrado pelo meu médico, é que 70% dos obesos mórbidos morrem antes dos 45 anos, sendo a primeira causa de morte evitável no mundo.

Após a cirurgia, doenças associadas a obesidade tem uma chance muito grande de serem curadas. Apneia do sono 90%, Hipertensão 95%, Diabetes mellitus 98%. 

O mais importante é que a decisão tem que ser tomada com muita consciência que a cirurgia envolve um risco grande, consciência também que exige muito controle psicológico, apoio familiar, muita força de vontade pois tudo que passamos tanto no pré operatório quanto no pós operatório não é fácil, e principalmente muito FOCO, se é isso que você deseja pra sua vida, corra atras, não deixe ninguém atrapalhar o seu sonho.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

60 dias de operada

Bom pessoal, hoje faço 60 dias de operada. Não tem como explicar como a cirurgia já mudou a minha vida.
Não tive nesses dois meses, nenhuma crise de apneia. Minha glicose baixou, e está em níveis normais. Não sinto mais nenhuma dor nos pés e nas pernas quando faço longas caminhadas. Já passei do manequim 52 pro 48 (meu quadril é muito grande, a meta é chegar nos 42/40). Não tive mais problema algum em enroscar na roleta do ônibus. 
Fora tudo isso, ainda tem minha auto estima que está lá em cima.
Meu peso inicial era de 107kg, hoje estou com 82kg. SÃO 25KG OFF. Não é realmente uma benção?
Fiz uma montagem de Antes e Durante, com 49 dias, estava com 22kg off. Vou postar aqui, depois faço uma mais atualizada.


quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Inicio da dieta branda

Hoje estive no IFV numa consulta com a minha nutricionista. Ela me passou a nova dieta que iniciarei amanhã. 
Na chamada dieta branda poderei comer vários alimentos novos, como por exemplo algumas hortaliças cruas - que nesse verão de quase 40°, estão fazendo muita falta.

Nessa dieta nova, terei que ingerir 300 g ou ml, de 3h em 3h. Ainda não consigo ingerir as 200g da dieta pastosa, mas tentarei melhorar minha ingestão de alimentos.

Amanhã será um ótimo dia, irei encontrar pessoas que me dão muito apoio, pessoas que mesmo não conhecendo pessoalmente (na realidade conheço apenas um pessoalmente), se tornaram parte do meu cotidiano, com quem eu divido tudo sobre a Gastroplastia desde quando decidi por fazê-la. Postarei fotos amanhã.

Uma ultima informação, me pesei hoje no IFV, e estou com 85kg. Isso quer dizer que já são 22kg OFF. 

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Retorno ao blog

Boa Noite pessoal,

Bom, em minha última postagem eu havia acabado de tirar o dreno, e desde então tanta coisa aconteceu, e eu acabei de distanciando um pouco do blog. Então tentarei resumir e contar basicamente o que aconteceu.
No dia 28 de dezembro eu sairia da dieta liquida e entraria na pastosa, mas como eram 3 dias apenas do natal, a minha nutri me deixou comer no dia  25 de dezembro um purê de batata, e a partir do dia 26 já começar a introduzir alguns alimentos na minha dieta. Foi o que eu fiz.
No começo era muito difícil comer, com pouquíssima comida eu já me sentia completamente satisfeita. O que aconteceu também, é que eu sempre comi muito rápido, e depois de operada não podemos mais fazer isso, já aconteceu umas quatro vezes até hoje, então em poucos segundos comecei a passar mal e vomitei o pouco de comida que havia ingerido. A sensação ruim passa em segundos após o vômito, mas não é legal.
Dia 28 agora trocarei a dieta novamente, sairei da dieta pastosa para a dieta branda, sinceramente acho que não terá muita diferença.
Hoje, com 38 dias de operada já perdi quase 20kg e já perdi muitos centímetros pelo corpo. Já consigo comer um pouco mais, e não entalo tanto mais. 
Por esses dias aqui no Rio, tem feito muito calor, e isso sempre me desanima. Sempre comi muito mal no verão, na realidade como muita fruta, tomo muito suco, mas comida quase não como. E nessa fase em que precisamos comer muita proteína, acabo comendo muito forçada.
Fora isso estou muito bem. Já iniciei caminhadas na semana passada. Estou feliz da vida.

Aqui vai um comparativo meu de rosto.